Exibindo artigos de Manual do Vinho, Autor em Manual do Vinho

Ânfora de barro (Talha)

Ânfora de barro (Talha)

A ânfora de barro (Talha) é um dos mais antigos recipientes para conservar e transportar líquidos. Na sua versão de maior dimensão, a talha, serve desde há mais de dois milênios para fazer vinho, uma tradição que o Alentejo nunca perdeu. Dados históricos indicam que a talha existe desde a época romana, ou seja, há […]

Continue lendo
Regiões Espanholas Manual do Vinho

Denominação de Toro

Denominação de Toro

Os vinhos da denominação de Toro estão repletos de tradição. Suas origens remontam antes dos assentamentos dos romanos. Na Idade Média, eles foram muito apreciados e gozavam de privilégios reais que lhes permitiam comercializar em cidades onde a venda de outros vinhos era proibida. Esses vinhos preenchiam caves reais e navios que iriam para as […]

Continue lendo
Regiões Espanholas Manual do Vinho

D.O Alicante

D.O Alicante

Historia  origem dos vinhos de Alicante são contadas nas lendas e fábulas que cercam as raízes históricas do vinho em todas as regiões. Nesta província, os ibéricos foram os primeiros a cultivar videiras para uso doméstico, embora as plantas já crescessem. Provavelmente foram os fenícios que começaram a cultivar videiras na primeira metade do primeiro […]

Continue lendo
Regiões Espanholas Manual do Vinho

Denominação de Origem Jumilla

Denominação de Origem Jumilla

Ao longo dos anos, a Jumilla tornou-se uma das mais antigas Denominações de Origem da Espanha, regulamentada desde 1966. A Denominação de Origem Jumilla situa-se no Sudeste de Espanha, uma zona de transição entre a costa mediterrânea do Levante e o planalto de Castilla La Mancha e uma área caracterizada por amplos vales e planícies […]

Continue lendo
Regiões Francesas Manual do Vinho

Alsácia e suas AOC

Alsácia e suas AOC

A vinicultura na Alsácia atingiu o seu auge no século XVI. Este período de prosperidade foi brutalmente interrompido pela Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), que devastou a região. Pillaged, despovoado e devastado pela doença, toda a atividade comercial declinou drasticamente. O renascimento da viticultura na Alsácia ocorreu três séculos mais tarde, depois da Primeira Guerra […]

Continue lendo
Regiões Alemãs Manual do Vinho

Regulamentação vitícola Alemã

Regulamentação vitícola Alemã

A regulamentação vitícola alemã codificou essas divisões geográficas e tradicionais em Anbaugebiete (regiões oficiais) São 13 regiões que estão, por sua vez, divididas em Bereiche (distritos) No rótulo de um vinho alemão, as menções Einzellage (vinhedo em geral menor e mais específico) e Grosslage (denominação coletiva, portanto menos precisa) são sempre precedidas pelo nome da […]

Continue lendo
Regiões Alemãs Manual do Vinho

Regiões Alemãs

Regiões Alemãs

“Os melhores vinhos alemães estão entre os grandes vinhos do mundo.” Sabemos que a natureza do solo, o clima e a escolha das variedades são fatores determinantes para o buquê, o sabor e o estilo de um vinho. Os viticultores alemães gostam de destacar suas peculiaridades diante de outras regiões vitícolas prestigiadas do mundo, pois […]

Continue lendo
Regiões Portuguesas Manual do Vinho

Vinho verde

Vinho verde

A história do Vinho Verde Reza a história que terão sido os Vinhos Verdes os primeiros vinhos portugueses exportados para os mercados europeus. Nos séculos XVI e XVII, os vinhos do Vale do Minho e do Vale do Lima eram regularmente transportados para o Norte da Europa nos mesmos barcos que traziam o bacalhau e […]

Continue lendo
Regiões Portuguesas Manual do Vinho

Alentejo

Alentejo

  Das grandes regiões de Portugal, o Alentejo talvez tenha sido uma das últimas a despertar para a produção de vinhos. Mas quando o fez, foi em busca da qualidade, tanto que hoje em dia é a que apresenta a qualidade média mais elevada, quando comparada às demais regiões. Alentejo, é a maior província de […]

Continue lendo
Dicas Manual do Vinho

“Como atingir a temperatura certa de serviço dos vinhos?”

“Como atingir a temperatura certa de serviço dos vinhos?”

Cada tipo de vinho tem temperatura certa de serviço.   Quando muito frio, um tinto, por exemplo, pode apresentar mais adstringência e quase não exalar aromas. Por outro lado, quando muito quente, os cheiros ficam carregados com álcool e o paladar, às vezes, um pouco cansativo. Mas, se a temperatura estiver dentro de um escopo […]

Continue lendo